As torres Wobben/ENERCON oferecem as melhores condições de transporte, montagem e utilização graças ao seu desenho estrutural de distribuição de cargas dinâmicas. Além das especificações de normas nacionais ou internacionais obrigatórias aplicáveis à construção de torres (por exemplo, DIN e Eurocode), a Wobben/ENERCON cria os seus próprios padrões de qualidade e segurança. Já durante a fase de desenvolvimento são elaborados modelos virtuais das torres em 3D, através do método de elementos finitos (FEM), aos quais se aplicam simulações de todas as cargas possíveis que o aerogerador terá de suportar na realidade. Deste modo, e antes da construção de um protótipo, se garante a estabilidade e a vida útil das torres. Os dados obtidos mediante medições frequentes, que a Wobben/ENERCON realiza de forma continuada nos aerogeradores existentes, contribuem para uma verificação ainda mais minuciosa dos resultados inicialmente calculados. Os cálculos previamente realizados pela Wobben/ENERCON são avaliados por organismos de certificação, institutos de investigação e empresas de engenharia contratados. No processo de desenvolvimento das torres Wobben/ENERCON também é levado em conta o aspecto estético das mesmas e o resultado pode ser apreciado nas torres já construídas. Torres elegantes, construídas seguindo diferentes ângulos de inclinação, são um conceito ótico desenvolvido pela Wobben/ENERCON e que se distingue das tradicionais construções cilíndricas de aspecto pesado e volumoso.

  

Torre de aço

As torres de aço Wobben/ENERCON são fabricadas em várias seções de torre individuais. Como técnica de união utilizam-se flanges especiais em forma de L. Em comparação com as uniões com flanges convencionais (tais como as que são utilizadas na construção de chaminés de aço), na flange em L, a costura da soldadura situa-se fora da zona de carga de tensões.

Outras vantagens desta técnica de união:

• Deixam de existir trabalhos de soldadura complexos e dispendiosos na obra
• Montagem rápida e segura segundo os mais altos padrões de qualidade
• Total proteção anticorrosiva graças às melhores condições técnicas de produção

Nas torres de aço Wobben/ENERCON de pouca altura, é instalado um sistema de ancoragem, que consiste em um cesto de fundação com parafusos, que fixa a torre à fundação, devido ao reduzido perímetro da torre. Este cesto da fundação caracteriza-se pelos numerosos parafusos roscados que se dispõem em duas fileiras circulares. A posição correta de cada parafusoé garantida através de um molde em forma de anel, que corresponde exatamente às mesmas medidas da flange da torre. Após a finalização da fundação, o segmento inferior da torre é colocado sobre os parafusos do cesto da fundação que sobressaem à superfície do concreto e é aparafusado com porcas de união. Um sistema de fixação especialmente desenvolvido pela  Wobben/ENERCON - um anel da fundação - é utilizado para torres de aço de maior altura. Esta peça estrutural de construção cilíndrica é colocada na sub-base antes da concretagem e a sua altura é nivelada milimetricamente mediante o uso de parafusos de ajuste. A fixação entre a torre e o anel da fundação é efetuada através da união de flanges, depois de concluir a concretagem da fundação. Como todos os outros componentes, também as torres de aço têm de cumprir os rigorosos requisitos de qualidade impostos pela Wobben/ENERCON. Os exigentes controles de qualidade começam logo na fase de desenvolvimento de novos tipos de torres. O controle de qualidade verifica se o protótipo cumpre todos os requisitos antes de se iniciar a fabricação em série.

 

 

Torres de concreto pré-fabricadas

As torres de concreto Wobben/ENERCON não são fabricadas como uma única construção monolítica. As torres são compostas por segmentos de concreto pré-fabricados individuais com diâmetros que alcançam até 14,5 m. Os segmentos com diâmetros de grandes dimensões são produzidos em peças bipartidas ou tripartidas para permitir o seu transporte para locais de acesso difícil. Após a montagem, os segmentos são tensionados através de cabos de pré-esforço que atravessam o interior das paredes da torre, para formar uma unidade inseparável. Os segmentos pré-fabricados são produzidos em fábricas próprias e submetidos a rigorosos controles de qualidade. A alta qualidade dos segmentos individuais é garantida através do uso de moldes de aço especiais com tolerâncias muito reduzidas. Para cada setor de produção existem instruções de procedimentos e de trabalho detalhadas. Desta forma, se garante a rastreabilidade de cada uma das etapas de trabalho, bem como dos materiais utilizados. As propriedades do concreto de alta resistência são verificadas adicionalmente por entidades de certificação de material para garantir o nível máximo de qualidade. Estes segmentos são transportados para o local de construção em veículos de transportes especiais para a sua posterior montagem. As juntas entre os vários segmentos de torre individuais são unidas com uma resina epóxi especial, para transmitir as forças de compressão de forma uniforme de segmento para segmento. Após a montagem da torre, os cabos de pré-esforço são introduzidos nas bainhas embutidas no interior das paredes dos segmentos e tensionados na cave da fundação. Após o tensionamento dos cabos de pré-esforço, os tubos são injetados com calda de cimento para providenciar proteção anticorrosiva a longo prazo.